(48) 9128 - 5039
   Entre em contato
   Chat offline
   Faça login
REDAÇÃO JURÍDICA SEM MISTÉRIO
ESTE PRODUTO É OFERTADO ENQUANTO OS ESTOQUES DURAREM.
DETALHES DESTE PRODUTO:
GUIA PRÁTICO PARA CURIOSOS
 
Com o objetivo de suprir a lacuna existente sobre redação jurídica, de uma forma descontraída e que respeita a inteligência do leitor, apresentamos este livro, que corrigi e explica, os 178 principais erros praticados por profissionais do direito no dia a dia.
PREÇO: R$ 45,00
ADICIONE UMA VARIAÇÃO
INFORMAÇÕES ADICIONAIS:
EDITORA: HABITUS
AUTOR: OSVACI AMARO VÊNANCIO JÚNIOR
ACABAMENTO: Brochura
NÚMERO DE PÁGINAS: 177
ANO DA EDIÇÃO: 2019
DIMENSÕES: 14 x 21 cm
ISBN:9786550350000
SUMÁRIO
INTRODUÇÃO
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
11
1.
“denunciar a lide” ou “denunciar à lide”?
......................
13
2.
Sujeitos diferentes que parecem iguais
.........................
13
3.
De onde veio a palavra “acórdão”?
...........................
13
4.
Assinalar prazo?
..........................................
14
5.
Use sempre com iniciais maiúsculas ..........................
14
6.
Quer escrever bem? Você pode começar conhecendo bem o
assunto sobre o qual vai escrever
.............................
14
7.
“veículo de placas MTY 3245” ou “veículo de placa MTY 3245”?
....
15
8. “Com relação ao pedido de indenização...” ou “Em relação ao
pedido de indenização...”?
..................................
15
9.
O magistrado determinou a emenda à inicial
....................
15
10.
Palavras que sobram
.......................................
15
11.
Vai transcrever ementa? Muito cuidado
........................
16
12.
Na dúvida não coloque a vírgula
.............................
17
13.
Quando usar a forma “e/ou”? ...............................
18
14.
O mau emprego do gerúndio
................................
19
15.
Palavras que não constam do Volp
............................
20
16.
O emprego da vírgula .....................................
21
17.
O emprego da crase
.......................................
22
18.
Flexão do infinitivo pessoal .................................
23
19.
Repetição das preposições
..................................
24
20.
“se” índice de indeterminação do sujeito ......................
26
21. Ambiguidade ............................................
27
22.
O paralelismo
............................................
28
23.
Escreva bem
.............................................
28
24.
No prazo de 30 (trinta) dias contado ou contados da citação? ......
29
25.
“Coisinhas” que cansam o leitor da sua peça
....................
30
26.
independente ou independentemente? ........................
31
27.
“conhecer e dar provimento ao recurso” está correto?
............
31
28.
“Arrematando a petição inicial, requereu o autor fosse a ré
condenada a reparar os danos materiais”. Há erro nessa construção?
32
29.
E a colocação pronominal? .................................
33
 
 
REDAÇÃO JURÍDICA SEM MISTÉRIO
6
7
OSVACI AMARO VENÂNCIO JÚNIOR
30.
Estão corretas as formas “devido a”, “relativo a”, “concernente
a”, “referente a”, “pertinente a”? ............................
34
31. Acentuação .............................................
35
32.
não há que se falar, não há que falar, não há se falar, não há falar
....
36
33.
Pronome possessivo: partes do corpo e substantivos abstratos
.......
37
34.
Se o verbo, sozinho, resolve, use-o ...........................
37
35. “O
Novo Código de Processo Civil” ou “O novo Código de
Processo Civil”?
..........................................
38
36.
Se não há pausa, não há vírgula
..............................
39
37.
Escreva “de modo que”, “de forma que”, “de maneira que”, e não
“de modo a”, “de forma a”, “de maneira a” ....................
40
38.
“condena-se os autores a pagar a multa prevista...” ou “condenam-
se os autores a pagar a multa prevista...”?
......................
41
39.
A expressão “ou não” .....................................
42
40.
Agravo “da” ou “contra a” decisão? ..........................
43
41.
Posso usar na minha peça o tempo presente para me referir a fatos
passados?
...............................................
43
42.
“pois” e “porque”, quando usar?
.............................
44
43.
O autor tem “que” ou “de” demonstrar o fato constitutivo do seu
direito?
.................................................
45
44.
Colocando ordem no texto .................................
46
45.
“à” ou “na” época dos fatos?
................................
47
46.
Posso redigir o acórdão em primeira pessoa?
....................
48
47.
em que pese
.............................................
49
48.
Quando abrir novo parágrafo?
...............................
50
49. Intime-se-o
..............................................
51
50.
O início do prazo da prescrição se dá no momento que surge a
pretensão
...............................................
52
51.
Ao escrever números, preciso colocá-los por extenso entre
parênteses? .............................................
53
52.
O ponto e vírgula
.........................................
55
53.
se não, vejamos ..........................................
56
54.
Pugna-se pela produção de todos os meios de prova em direito
admitida
................................................
57
55.
“isso porque”, “até porque”, “ocorre que”: de novo a danada da
vírgula .................................................
57
56.
Contratos “objeto” ou “objetos” da presente demanda?
. . . . . . . . . . .
58
57.
O “se” desnecessário
......................................
58
58.
Paráfrase ou plágio?
.......................................
59
59.
Conhecem-se dos embargos de declaração .....................
60
60.
O (difícil) emprego do artigo definido
.........................
61
61.
“Inicialmente”, “Antes de mais nada”, “Em primeiro lugar”, “Por
fim”, “Finalmente”: há problema em utilizar essas expressões?
......
62
62. Abreviaturas
.............................................
63
63.
A Primeira e Segunda Turmas do STJ ..........................
64
64.
“A reparação não deve constituir-se em enriquecimento indevido”
ou “A reparação não deve constituir enriquecimento indevido”? ....
65
65.
Boa pergunta ............................................
66
66.
Curiosidade sobre a crase ..................................
67
67. Padronização ............................................
68
68.
“art. 14, I, do CP”: é assim mesmo que se escreve
................
70
69.
Como escrever siglas ......................................
71
70.
“para o fim de” não; “para” já é finalidade .....................
72
71.
Um esclarecimento .......................................
72
72.
E se a parte processual vier pluralizada? .......................
73
73.
“(a)” ou “a)”?
............................................
74
74.
E o latim, hein? ..........................................
75
75.
A expressão “Pois bem”
....................................
76
76.
Não sei. Veja como está na lei ...............................
77
77.
Essas são as provas de que dispõe o advogado
...................
78
78.
Os verbos “assistir” e “socorrer”
.............................
79
79.
“... sentença que julgou procedente o pedido” – Quem julga é a
sentença ou o juiz? .......................................
80
80.
“Analisando os autos, conclui-se...” ou “Analisando-se os autos,
conclui-se...”? ...........................................
81
81.
O que usar após o ponto de interrogação? letra maiúscula ou
minúscula?
..............................................
82
82. [
sic
] ...................................................
83
83.
Ao Juízo da Vara Cível da Comarca de Lages
....................
84
84.
“Dessa forma”, “Nesse sentido”, “Dessarte”
....................
85
85.
Termos em que, Pede deferimento
............................
86
86.
Gosta do “cujo” mas não sabe usar? ..........................
87
87.
Bacen Jud, BacenJud, Bacenjud, Bacen-Jud, Bacen-JUD, BACEN
JUD... Afinal de contas, como se escreve?
......................
88
 
 
REDAÇÃO JURÍDICA SEM MISTÉRIO
8
9
OSVACI AMARO VENÂNCIO JÚNIOR
88.
Mais sobre parte processual
.................................
89
89. §
......................................................
90
90.
Cuidado ao fazer citações ..................................
91
91. “
Data vênia
”, “
Data maxima vênia
”, “
Datíssima vênia
” ...........
92
92.
Não faça com que sua peça pareça mal redigida
.................
93
93.
Classes processuais .......................................
94
94.
Vá que você tenha de fazer sustentação oral
....................
95
95.
Regência de “condenar” e “condenação” ......................
96
96.
Expressões a serem evitadas nas peças
.........................
96
97.
“senão” ou “se não”?
......................................
98
98.
O “sendo que”
...........................................
99
99.
Mais uma dica para deixar sua peça redondinha, redondinha
. . . . . .
100
100.
A palavra “sequer” não tem sentido negativo ..................
101
101.
O emprego de “o mesmo” (errou, danou-se)
...................
102
102.
Dúvidas sobre como escrever numerais por extenso? ............
103
103.
A expressão “qual seja”
...................................
104
104.
“Há quatro tipos de preclusão” ou “Há quatro tipos de preclusões”?
..
105
105.
Lapso temporal
..........................................
106
106.
“Súmula n. 130” ou “Súmula 130”?
..........................
107
107.
vez que, eis que, haja vista que .............................
108
108.
Sabendo usar as formas “compromitente”, “compromissário”,
“cedente”, “cessionário”,...
................................
109
109.
Abrevie somente se for necessário
...........................
110
110.
Regência do verbo “oficiar”
................................
111
111.
“Sua peça está mal-escrita? Isso é ótimo” .....................
112
112.
“pedido de liminar” ou “pedido liminar”?
.....................
113
113.
supra
, supracitado .......................................
114
114.
Abalroar, abalroamento, colidir, colisão ......................
114
115.
Materialidade delitiva ....................................
115
116.
A expressão “haja vista” é invariável
.........................
116
117.
Dicas preciosas para melhorar a redação das suas peças
..........
117
118.
“este” ou “esse”?
........................................
118
119.
meritoriamente, meritório
.................................
119
120.
“Procederam-se as intimações” ou “Procederam-se às intimações”?
...
120
121.
A expressão “enquanto que” ...............................
121
122.
Cláusula “
ad judicia
.....................................
122
123.
Ponto antes ou depois das aspas?
............................
122
124.
Você faz parte dos 95% de operadores jurídicos que não sabem a
distinção entre “elidir” e “ilidir”? ...........................
123
125.
“Os embargos de declaração não se prestam para o reexame
do mérito” ou “Os embargos de declaração não se prestam ao
reexame do mérito”?
.....................................
124
126.
Especialmente para quem redige projetos de sentença (mas o
advogado atento também poderá tirar proveito) ................
125
127.
Apenas por extenso, por extenso com a sigla, ou apenas a sigla?
....
126
128.
O uso indevido da palavra “auxílio” .........................
127
129.
Convergir, converter, fazer a conversão
.......................
128
130.
O “juridiquês”
..........................................
129
131.
Cuidado: as conjunções possuem sentido .....................
130
132.
Crase (caso difícil) .......................................
131
133.
A expressão “junto a” ....................................
132
134.
Imitir/imissão “na” ou “da” posse? ..........................
133
135.
Técnica de argumentação para advogados
.....................
134
136.
Como fazer supressões de palavras, frases e parágrafos em citações ...
135
137.
Vírgula com elementos normativos ..........................
136
138.
Quando usar o gerúndio não é apenas feio...
...................
137
139.
Funções da linguagem jurídica
..............................
138
140.
Procuradoria-Geral de Justiça ..............................
139
141.
Erro(s) gramatical(ais) em tese jurídica formada em ADI julgada
pelo STF
...............................................
140
142.
Uma dica daquelas para escrever siglas corretamente
............
141
143.
Mais um motivo para sempre revisarmos as peças
...............
142
144.
Ponto e vírgula em enumerações complexas ...................
143
145.
Cuidado com o emprego do “onde” .........................
144
146.
à fl.? à fls.? às fls.? nas fls.? E como fazer se for o verso da folha? ...
145
147.
Super dica para deixar suas peças mais agradáveis de serem lidas
...
146
148.
Na frase “o autor faz jus ao benéfico”, “jus” deve vir em itálico?
...
147
149.
às expensas, à expensas, a expensas, as expensas?
...............
148
150.
Como escrever datas: 13-11-2018, 13/11/2018 ou 13.11.2018?
....
149
151.
Para mim, um dos melhores posts que fiz até hoje
...............
150
152.
O autor, assim como a ré, interpuseram recurso especial. O
correto é “interpuseram” ou “interpôs”?
......................
152
 
 
11
REDAÇÃO JURÍDICA SEM MISTÉRIO
10
153.
Três verbos jurídicos cuja regência costumamos errar
............
152
154.
Sobre citações de peças processuais .........................
153
155.
Sobre textos das Turmas Recursais
...........................
155
156.
“em vez de” ou “ao invés de”? .............................
156
157.
Aprenda a argumentar: Semiótica Jurídica
.....................
157
158.
O emprego da vírgula depois do travessão
.....................
158
159.
Erro gramatical que mais encontro em peças jurídicas ...........
158
160.
O uso da expressão “e nem” ...............................
159
161.
Cuidado com a hipercorreção ..............................
160
162.
Falta de clareza: confusão do caso “em tese” com o caso concreto
...
161
163.
Ao fornecer ao consumidor serviço mais oneroso que o contratado,
o banco maculou o negócio jurídico. O correto é “que” ou “do
que”?
.................................................
162
164.
à medida que, na medida em que, à medida em que, na medida que ..
163
165.
Outra técnica de argumentação
.............................
164
166.
Vírgula com nome seguido de sigla ..........................
165
167.
O verbo “reduzir” .......................................
166
168.
O trecho citado inicia com maiúscula, e agora? ................
167
169.
Para embargos, só devo usar o verbo “opor”? ..................
168
170.
Usando os conectivos “aliás”, “além disso”, “não bastasse isso” e
equivalentes
............................................
169
171.
Considera-se inepta a inicial, dentre outras hipóteses, quando lhe
faltar pedido ou causa de pedir. A forma correta é “dentre” ou
“entre”?
...............................................
170
172.
“frente a” e “face a”: essas expressões estão erradas
.............
171
173.
“Sua desistência implicou a extinção do processo, sem resolução
do mérito”: “a” extinção ou “na” extinção? ...................
172
174.
Algumas dicas sobre redação da petição inicial
.................
173
175.
O que significa um dicionário trazer palavras que outro não traz? O
que fazer quando dicionários divergem sobre a grafia de palavras?
Se uma palavra não consta nos dicionários, ela não existe?
.........
174
176.
Os verbos “interpor” e “impetrar”
...........................
175
177.
Se todo mundo escreve assim, eu também posso escrever? A
questão da praxe na redação jurídica
.........................
176
178.
Cuidado com a palavra “perante” ...........................
177
Sobre nós
 
A Habitus Editora tem como objetivo principal a publicação de trabalhos universitários, TCC, monografias, teses e estudos, além de obras de relevância que contribuam com a atualização dos profissionais do Direito, bem como o enriquecimento da pontuação do seu lattes. Não espere mais, envie uma cópia do arquivo do seu trabalho para [email protected] e logo lhe enviaremos uma proposta de publicação.
Através das nossas lojas virtuais: Amazon e PagSeguro atendemos todo o Brasil, divulgando e comercializando obras publicadas pela Habitus, de Autores Autônomos e de Editoras parceiras.
Faça contato
 
  (48) 99128 - 5039
  (48) 3365 - 8945
  Florianópolis/SC
Home   •   Topo   •   Sitemap
Facebook Twitter Google+ Google Pinterest LinkedIn Email Addthis
© Todos os direitos reservados.